Mestrado Profissional em Psicologia e Intervenções em Saúde

Mestrado Profissional em Psicologia e Intervenções em Saúde


Apresentação

Modalidade de pós-graduação stricto sensu proposta pela Portaria CAPES-MEC nº 080, de 16 de dezembro de 1998, posteriormente atualizada pela Portaria nº 17, de 28 de dezembro de 2009, da CAPES (Coordenação de Pessoal de Nível Superior). Com duração de 24 meses, o curso é voltado para estudantes graduados em curso superior que querem aprofundar seus estudos, com enfoque técnico e inovador.

O Mestrado Profissional em Psicologia e Intervenções em Saúde apresenta um desenho organizacional que oferece aulas majoritariamente às sextas e aos sábados; um quadro de docentes com reconhecidas expertises em sua área de atuação; e uma estrutura curricular que contempla disciplinas teóricas e práticas (estas em contextos ambulatoriais), focalizando o desenvolvimento e a sistematização de tecnologias de cuidado, o aperfeiçoamento profissional, a potencialização e a criação de soluções inovadoras para a prevenção, o tratamento, a reabilitação, a promoção, o cuidado e a atenção à saúde na perspectiva mais ampliada, o que envolve a saúde mental e os processos de vivência psicossociais.

Com o propósito de capacitar profissionais qualificados para o exercício de uma prática ocupacional avançada e transformadora, o Mestrado Profissional de Psicologia e Intervenções em Saúde objetiva formar profissionais da psicologia e de áreas correlatas para realizar pesquisas aplicadas a processos de intervenção em clínica ampliada, ambulatorial e em contextos hospitalares. Nessa perspectiva, o curso propõe desenvolver tecnologias de cuidado e contemplar temas emergentes em psicologia e saúde, interligando o conhecimento teórico-metodológico com a sua aplicabilidade nos campos de atuação, investindo, assim, no fortalecimento da psicologia da saúde no Nordeste e no país.



Objetivos específicos:

- ampliar o repertório teórico-metodológico e científico para uma prática clínica em contextos de saúde;
- desenvolver capacidade crítica e autonomia no desenvolvimento de pesquisa aplicada aos contextos de prática em saúde;
- promover a formação de pesquisadores independentes, com conhecimentos amplos sobre diferentes processos de trabalho clínico e o seu potencial de produção científica;
- fomentar a articulação de profissionais e empresas com vocações complementares para o desenvolvimento de soluções tecnológicas de cuidado em saúde.



Perfil do profissional a ser formado

Este programa tem por finalidade preparar psicólogas(os) e profissionais graduados na área de saúde e afins, para compreender e atuar em contextos de atenção à saúde de maneira reflexiva, crítica, com elevada competência técnica e ética.

O Mestrado Profissional objetiva o aperfeiçoamento profissional, em uma lógica que entrelaça competências atitudinais, técnicas e conceituais. Assim, organiza-se de forma a combinar com a teoria, a experiência, o ambiente e as capacidades individuais, considerando que a construção do saber fazer, no âmbito das práxis em saúde tem um caráter prático-social, ancorado em princípios do Sistema Único de Saúde – SUS, a saber: universalidade, integralidade e equidade.



Áreas de Concentração

  • Psicologia e Saúde

Concentra seus estudos no desenvolvimento de pesquisas e na identificação de problemas e soluções nos contextos de prática hospitalar, ambulatorial ou na atenção primária, envolvendo intervenções de abrangência clínica e de cuidado, sejam individuais ou coletivas, de forma a promover uma atuação profissional mais crítica, reflexiva e criativa no ambiente de trabalho. Para isso, ancora a sua estrutura em duas linhas de pesquisa: "Psicologia e Intervenções em Contexto Hospitalar" e "Práticas de Cuidado e Processos e Intervenções em Clínica Ampliada".



Linhas de pesquisa


Psicologia e Saúde
Linhas de Pesquisa:

  • Práticas de Cuidado e Processos de Intervenção em Clínica Ampliada

A atenção primária e a secundária constituem-se em campos com distintos níveis de complexidade e abarcam uma grande pluralidade teórico-metodológica e práticas profissionais no âmbito da prevenção, promoção e assistência a pessoas em situação de vulnerabilidade, exclusão, processos de adoecimento e em sofrimento psíquico. Essa linha de pesquisa promove investigações nesses contextos, priorizando intervenções de natureza clínica, desenvolvimento de ferramentas de avaliação e cuidado que permitam a produção de um maior grau de autonomia na relação dos sujeitos com o seu modo de estar no mundo, discutindo as determinações sociais e psicológicas envolvidas.

Desenvolve estudos e ferramentas advindas do conhecimento psicológico aplicado a diferentes práticas de cuidado no campo da clínica ampliada ou ambulatorial e em Saúde Mental. Inclui a análise de fatores de risco; suporte psicossocial; estratégias de prevenção, humanização, proteção e assistência à saúde de jovens em contexto de vulnerabilidade; crianças e adolescentes com Transtornos do Desenvolvimento, com ênfase no Espectro Autista e nos distúrbios metabólicos; pessoas com transtornos mentais, portadoras de HTLV; e inclui também pesquisa aplicada às identidades de gênero, violências e saúde da população negra.

  • Psicologia e Intervenções em Contextos Hospitalares

A partir de diferentes referenciais teórico-metodológicos, desenvolve estudos que focalizam o aprimoramento de profissionais e o desenvolvimento de investigações e de tecnologias de atendimento na interface entre a Psicologia e os diversos problemas de saúde em espaços hospitalares. Seu objetivo é incrementar o conhecimento e desenvolver tecnologias leves e de cuidado que ampliem o potencial de contribuição da Psicologia nesses territórios.

O contexto hospitalar constitui um cenário complexo que agrega situações que envolvem distintos níveis de sofrimento psíquico e uma variedade incontável de práticas de cuidado que incluem pacientes, familiares, profissionais e equipes que demandam atenção especializada. A presente linha de pesquisa promove pesquisas articuladoras de processos de trabalho que abarcam variadas técnicas e ferramentas de acolhimento, acompanhamento, avaliação, comunicação, práticas psicoprofiláticas; envolvendo pacientes (adultos, crianças, idosos), familiares, equipes, mas também processos de humanização e de formação de trabalhadores e profissionais da saúde.

Corpo Docente Permanente
Regimento
Roteiro para Elaboração de Dissertações e Teses     
Repositório Dissertações e Teses

    DOCUMENTOS

    Matriz Curricular Turma 2021.1

    Baixe

    Manual do Candidato Psicologia 202 ...

    Baixe

    Ficha Inscrição Mestrado Psicologia ...

    Baixe

    Ficha Inscrição Aluno Especial 202 ...

    Baixe

    Termo De Entrega De Dissertação Tes ...

    Baixe

    Orientações Após Defesa Dissertação ...

    Baixe

    Formulário De Recurso Psicologia E ...

    Baixe

    Resultado Final Seleção 2022

    Baixe

    Manual Do Candidato Psicologia 2022 ...

    Baixe

    Edital Seleção Aluno Especial 2022. ...

    Baixe